Arquivo da tag: autoconhecimento

O bálsamo do perdão

Sempre me disseram, diferentes pessoas e em momentos diversos, que o ressentimento faz muito mal para o nosso coração. Tem até aquela frase célebre, atribuída ao Shakespeare, ensinando: “a raiva é um veneno que bebemos esperando que os outros morram”. … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , , | 2 Comentários

Uma causa pra viver e pela qual lutar

Não importa qual, diziam os existencialistas, mas é necessário ter um sentido de vida. E a verdade é bem essa mesmo: se você não sabe para qual direção caminhar, não tem “vento a favor” que resolva. A ventania logo se … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , | 1 Comentário

As pessoas tóxicas de cada dia

É bem provável que todas as pessoas, sem exceção, conheçam, com maior ou menor grau de intimidade, pelo menos um “anão zangado”. Ele se multiplicou como os Gremlins e agora estão espalhados pelo mundo, resmungando pelos cantos e maldizendo as … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , | 1 Comentário

No paradoxo do desejo pelo outro

A palavra pode soar um tanto sofisticada, mas o significado de “paradoxo” é bem simples: aquilo que é e não é. Ou seja, algo que não tem lógica, nem nexo, e se apresenta de uma maneira contraditória. Um bom exemplo … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , | 2 Comentários

Reencontros e despedidas

Quando nascemos, parece que somos colocados em uma linha do tempo contínua, sem que saibamos exatamente onde é o começo, o meio e o fim. Simplesmente vamos vivendo as experiências que surgem ao longo do caminho, mas não temos uma … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Te amo até o extremo

Um pulinho pra frente, mãos para o alto. Um pulinho pra trás, as costas se repousam na cadeira. Nos intervalos do apagar e acender das luzes, por causa da oscilação de energia, ela puxava os fios de cabelo para o … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

O silêncio que me habita

Imaginar que o silêncio é assustador e solitário apenas demonstra a nossa falta de conhecimento. Sem nenhum julgamento, que fique bem claro. O “desconhecimento”, neste caso, refere-se unicamente ao fato de não termos experimentado, ainda, silenciar a nossa mente. E … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário