Arquivo da categoria: Crônicas, contos e poemas

Crônicas, contos e poemas diversos.

Gafanhotos contemporâneos

Parece que eles estão vindo por aí com tudo que têm direito. Resolveram criar uma força tarefa para virar o mundo de ponta cabeça e assustar a humanidade. Mas não estão sozinhos. Muitos outros eventos vem cumprindo a tarefa de … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Viagem com o tanque cheio

Nada melhor do que um feriadão como desculpa para rompermos a rotina, inventando alguma coisa. Qualquer opção diferente da que estamos acostumado já é capaz de estimular a alma para sair da mesmice e oxigenar um cadinho mais a alegria … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

A fé que não faia…

  Ah! Gil… que belezura esse presente que você ofertou ao mundo. Dia desses foi seu aniversário, mas quem desembrulhou a prenda fomos nós. E fizemos uma festa linda, bem aqui, dentro do coração. Tenho certeza de que inúmeras pessoas … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

A borboletinha iaiá…

Por mais complexo que seja viver neste mundo em quarentena, temos que concordar unanimemente que mergulhamos em um universo de oportunidades e estamos aprendendo alguma coisa nova. Ainda que não seja novidade para alguns. São tantas inovações e jeitos de … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

A causa das causas

Venho oscilando entre “encavernar” e me “alienar” e imagino que muitas pessoas também estejam sentindo a maresia dessa onda que vai-e-vem-e-vai-e-fica cada vez mais intensa. Os sintomas? Uma espécie de embrulho no estômago sem aparente solução. Uma tontura na cabeça … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , | 10 Comentários

Bendita lista

O medo do invisível. A angústia do momento. Tristeza pelas perdas em curso. Ansiedade pelo desconhecido. Desconsolo pelo caos social. Consternação pelo sofrimento dos outros. Aflição pelo estado paralisado das coisas. A lista pode ser ainda maior e, sim, começar … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , , , | 12 Comentários

A vida após a morte

Nem me lembro exatamente como recebemos aquele diagnóstico, porque despenquei completamente da minha órbita. Gravitava em torno do meu umbigo e ocupava quase todo o espaço da nossa relação com as minhas carências afetivas. Mas saber que o câncer do … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , , , , , | 14 Comentários

Eu te devolvo o teu melhor

Na mesma semana em que me mudei para o prédio onde moro atualmente, encontrei a vizinha do andar de cima no saguão de entrada e, com um sorriso constrangido, ela me deu as boas vindas, mas foi logo apresentando um … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , , | 5 Comentários

O velho normal

Destilo doses homeopáticas de felicidade porque a vida nos brinda com pequenas e diárias gotas de alegria, independentemente das circunstâncias. Transitamos entre momentos de bem-estar e de vulnerabilidade de forma permanente e saber reconhecer esse movimento dentro da realidade das … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , , , | 4 Comentários

Quem navega em mim é o mar…

Tenho um amigo que sempre afirma que a vida simples é a mais satisfatória de todas e ele reforça isto nas suas escolhas cotidianas. É capaz de ver um por do sol com os pés para cima e acolher na … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando | Marcado com , , , , , , , , | 2 Comentários