Mulheres que iluminam o mundo

WhatsApp Image 2021-06-30 at 10.38.13

Texto originalmente publicado no livro Mulheres que Iluminam o Mundo. Acesse o site para baixar gratuitamente o livro.

Existem várias formas de ser mulher, delineadas no tempo e no espaço por uma série de elementos socialmente construídos como cultura, crenças religiosas, ideologias e estereótipos de gênero. Mergulhar nesse universo nos desafia a compreender que, embora geograficamente separadas, estamos muito mais próximas umas das outras do que imaginávamos, e cultivamos um ponto em comum: a luta histórica para fortalecer e desempenhar nosso papel transformador com autonomia e independência.

Somos bilhões de mulheres com referências únicas e nossas realidades expressam a singularidade do feminino marcada por diferentes níveis de liberdade e de opressão. Todas nós contribuímos, de alguma maneira, para o desenvolvimento das sociedades. Nem sempre reconhecidas e muitas vezes subjugadas, sustentamos importantes pilares e influenciamos a vida no cotidiano em que nos encontramos. Somos raras, mas comuns. Somos sensíveis e firmes. E estamos em todos os lugares.

Podemos nos definir pela suavidade da brisa na primavera e também pela força das tempestades de verão. Guardamos em nós todas as estações e carregamos na alma as contradições e os paradoxos de um mundo em transição. A busca pela igualdade e equidade é o alimento que nutre nossos passos e nos inspira a incessantes conquistas. Seguimos sempre em frente, a passos curtos em alguns momentos, tropeçando no preconceito e no estigma que tendem a nos desacreditar da nossa capacidade de ação e de superação. O empoderamento da mulher vem sendo tecido de maneira sólida e consistente pelas mais variadas redes espalhadas em todos os continentes.

Encontramos novos caminhos para insurgir e quando estes parecem se esgotar em função de forças contrárias, concebemos alternativas que nos permitem continuar avançando. Transcender as limitações que nos são impostas torna-se somente uma questão de tempo, e a história nos lembra vivamente do nosso potencial para sermos o que quisermos, onde quer que estejamos. Não importa o país, o continente, a sociedade, a cultura, nossas origens – essa é a trajetória das mulheres.

Mas precisamos reconhecer que, apesar da luta coletiva por direitos, nem todas somos ouvidas, mesmo atualmente. Muitas vozes são caladas por diferentes níveis e tipos de violência. Alguns deles, inclusive, sob a tutela da tradição cultural e do Estado. O relatório divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento em março de 2020 aponta que o preconceito em relação à mulher atinge aproximadamente 90% da população mundial – entre homens e mulheres –, e que 28% da amostra do mesmo estudo realizado em 75 países e territórios acredita ser justificável um homem bater em sua companheira. Parte do nosso mundo continua educando mulheres sob uma ótica de gênero distorcida, perpetuando as disparidades e promovendo constante impacto em sua identidade.

De fato, existem várias formas de ser mulher e nenhuma delas é desprovida de algum tipo de luta. É assim que entendemos o universo feminino. Há movimentos transformadores em todos os países e eles ocorrem por diferentes meios. O meu foi organizar, junto com uma Rede de pessoas maravilhosas (27 autoras e 30 pessoas no apoio logístico e técnico), um livro digital que retrata a vida das mulheres em 17 países da África e da Ásia. Esta obra acabou de ser lançada pela Editora Eureka, em parceria com o Instituto Rizoma, e encontra-se disponível para download gratuito (acesse o site aqui).

Ela celebra as conquistas já alcançadas por tantas mulheres, em diferentes culturas, a partir da perspectiva de algumas delas. O livro nos mostra que nossas lutas deixaram de ser anônimas e passaram a construir novos paradigmas, alicerçando grupos e fortalecendo ações que visam à garantia dos nossos direitos. Ao visitarmos cada país por meio das imagens e textos deste livro, entendemos que ainda há um longo percurso pela frente até que possamos consolidar nossas conquistas, mas também fica evidente que as mulheres sempre iluminaram o mundo e continuarão ascendendo em suas culturas.

Deixo o convite para vocês acessarem o livro, unindo forças, apoiando e valorizando os passos das mulheres, apreciando e divulgando este lindo trabalho.

Gratidão!

Texto originalmente publicado no livro Mulheres que Iluminam o Mundo.

Acesse o site para baixar gratuitamente o livro: https://mulheresqueiluminamomundo.wordpress.com/

ou use o link de acesso à versão flip para leitura online exclusivamente: https://www.flipsnack.com/EurekaMiolomole/livro_wtetw_ingles.html

Esse post foi publicado em Crônicas, contos e poemas, Livre, Semeando ideias e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s