A luz da cabeceira

Nasci nos anos sessenta, mas tivesse vindo ao mundo uma década antes ou depois teria herdado dos astros a mesma motivação para buscar ser uma pessoa melhor. Simplesmente assim: acredito que a trajetória de vida é planejada especificamente para sacudir a nossa alma, até que possamos nos reconhecer luz. Afinal, somos todos uma faísca em potencial. A diferença está nas condições reunidas para favorecer ou dificultar o aprimoramento daquilo que somos.

O planejamento me parece ser igual para todos nós: “vai evoluir, ganhar experiência, vencer medos, superar obstáculos, tornar-se uma alma inteira. Vai! Depois retorna ao lar. Enquanto isso, manteremos uma luzinha acesa para te lembrar deste compromisso.”

Alguns de nós, entretanto, precisam de um holofote potente. Não basta uma luz na cabeceira da cama. Para outros, a luz vem acompanhada de um “grilo falante” que cumpre a tarefa de nos inquietar intensamente. Ele fica nos lembrando do tempo que está passando e das mudanças constantes do mundo.

Porém, o fato de vivermos em transformação não nos torna frágeis. Ao contrário, ajuda-nos a aproveitar o lado positivo desta experiência para darmos sentido aos nossos passos. Claro, este é apenas um ponto de vista. Muita gente, certamente, vai argumentar que transições recorrentes provocam instabilidade, o que pode ser sinônimo de desequilíbrio. Mas, talvez, a questão seja romper com a rigidez da nossa estrutura. Efetivamente, ser flexível nos traz alternativas de crescimento e nos tira do conforto dos sapatos apertados. Quando nos autorizamos a calçar outros modelos, os passos ficam até mais interessantes. E vale, inclusive, usar um pé de cada sapato, ousando na excentricidade das nossas escolhas. Pode confiar: não vamos nos perder por isto, pois “todos os caminhos nos levam a Roma”.

Podemos saborear a alegria de nos aventurarmos ao longo da jornada porque no fundo de nós mesmos já se encontram todos os elementos que nos definem como luz. Tudo que precisamos está bem guardado e, muitas das vezes, só precisamos desentulhar o espaço e desembrulhar o presente. O que não podemos é nos sabotar das mais variadas formas, limitando nosso autoconhecimento. Chega de criar fronteiras que nem mesmo o corpo reconhece. A ignorância de si mesmo pode ser perversa e nos prender no limbo das emoções e ideais tóxicos.

É importante deixar de capengar ou de ficar patinando no ideal da iluminação. A luz na cabeceira ilumina nossa sabedoria interna e aquela voz que nos convida a ir mais além do nosso perímetro humano serve, justamente, para nos acordar e nos atrair para a luz da consciência. É ela que clareia a travessia pelas sombras. É esse raio que relampeja no céu do nosso mundo e abre novas estradas para o centro da nossa luz.

Muitos de nós passam anos meditando em cavernas. Outros tantos se dedicam a práticas sagradas rigorosas. Vários buscam ascender por meio de projetos sociais. São inúmeros caminhos e caminhantes, cada um com a sua crença sobre se salvar das sombras. Mas a luz sempre esteve ali. Bastava valorizar o abajur na cabeceira do carma.

Esse post foi publicado em Crônicas, contos e poemas, Meditando e marcado , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para A luz da cabeceira

  1. gilka Isfer disse:

    🥰😘🌹❤️🤩

    Enviado do meu iPhone

  2. Margot Labriola disse:

    Que suas palavras acendam muitas luzes de cabeceira que estão adormecidas nos corações de nós seres humanos!

  3. Amiga Andréa,

    Vc é além dos tempos.
    Sua inteligência e sensibilidade foram presentes de Deus.
    Que vc tenha sempre este direcionamento.
    De quem te admira muito. Bjs.
    Tanua Gomez

  4. Andre Luis Rezende disse:

    Andreia, gosto muito de ler seus textos e da maneira com que se expressa!!
    Sucesso sempre pra ti! Grande abraço!
    André

  5. “somos uma faísca em potencial” gostei 🙂 acho que a gente precisa de um pouco de atrito de vez em quando, assim geramos faíscas. Abracos Andrea, muita luz

  6. Leslie disse:

    Que lindo querida, sabes expressar com a alma, e a Luz q nos envolve nos enche de faícas iluminando nossas sombras, e abrindo nossos caminhos,q possamos nos conectar com o Divino cd vez mais…
    Gratidão lindeza!!
    Bilhoes de bjokas rsr
    Sdds

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s