Nos meandros do amor

Foto: Md Moazzem Mostakim, thanks to Sourions, la vie est belle

Foto: Md Moazzem Mostakim, do perfil de Sourions, la vie est belle

Quando o amor chega de mansinho e inesperadamente, levamos um tempo para notar a sua presença. Mas logo vamos experimentando uma sensação de leveza na alma e uma alegria no coração e passamos a desconfiar de que alguma coisa nova está acontecendo com os nossos dias.

Essa renovação traz esperança e disposição para enfrentarmos as adversidades e aquilo que antes parecia complicado demais se torna apenas um detalhe pequeno da batalha diária, pois sabemos que iremos vencê-la, de uma forma ou de outra. O amor tem a qualidade de nos tornar fortes e de abrir horizontes. É capaz de espantar as tristezas, a solidão e também de reavivar a nossa fé em nós mesmos, no outro, na humanidade, no mundo tal como ele deveria ser se todos amassem incondicionalmente.

O amor consegue, mesmo que temporariamente, preencher alguns vazios existenciais e nos lançar na suavidade do fluxo vital. Nos faz compreender o sentido do perdão e a importância da parceria para o nosso processo de evolução. Muda a perspectiva sobre a vida como um todo e nos estimula a sermos pessoas mais íntegras e inteiras, hábeis em percorrer os caminhos que um dia desejamos.

É uma essência transformadora de sonhos em realidade, de afeto em carinho físico, de caridade em solidariedade, de vontade em bem-querência eterna. Mesmo sem muita certeza sobre o que vai surgir nas curvas do rio, ele está lá, nos meandros, pronto para nos lembrar da condição primeira que é a entrega sem medo!

Se nos sentimos surpreendidos pelo sopro de vida que o amor infla em nossa rotina é porque, provavelmente, estávamos acomodados demais com a sua ausência, deixando passar despercebido o que tem de mais fundamental na nossa experiência humana: a felicidade.

Experimentar o amor em todas as suas formas é, talvez, a lição mais edificante do processo de evolução espiritual e ela está à disposição de todos nós, em qualquer espaço e tempo. Mas nos dispormos a assimilar esse aprendizado com serenidade é um exercício que demanda iluminarmos os cantos sombrios onde guardamos as mágoas, os desafetos, o orgulho.

Certamente, podemos nos aventurar nos atalhos do pensamento, refletindo exaustivamente sobre tudo, mas é somente quando limpamos as energias mais densas do coração que conseguimos desfrutar, efetivamente, da alegria de reencontrar o amor.

Anúncios
Esse post foi publicado em Meditando e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Nos meandros do amor

  1. Cassiane disse:

    Você escreveu pra mim….amei o texto. Excelente como sempre, denso e inquietante.

  2. Marco Aurélio de Oliveira disse:

    “Não existe investimento seguro. Amar é ser vulnerável. Ame qualquer coisa e seu coração certamente se retorcerá e possivelmente será partido. Se você quiser conservá-lo intacto, não o dê a ninguém, nem mesmo a um animal. Mantenha-o cercado apenas por passatempos e pequenos luxos; evite todo tipo de emaranhamento; tranque-o cuidadosamente no túmulo do seu egoísmo. Mas nesse túmulo – seguro, sombrio, imóvel, abafado – seu coração mudará. Ele não poderá ser partido; será inquebrável, impenetrável, irredimível. A alternativa à tragédia, ou ao perigo de tragédia, é a danação. O único lugar além do Paraíso onde você pode se manter longe dos perigos e das perturbações do amor é o Inferno”
    C.S. Lewis
    Por isso aaaammmmeeeee, dois pontos vitais no texto que vejo ” Nos meandros do amor”, O amor tem a qualidade de nos tornar fortes, Experimentar o amor em todas as suas formas, grande abraço e muita luz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s