Carta para um filho

Meu querido,

a vida sempre foi generosa comigo. É indiscutível a beleza das experiências que ela me proporcionou, desde o meu nascimento até hoje. Guardo a certeza de que ela continuará me brindando com a mesma intensidade e que, quando o momento de transcender chegar, será apenas uma mudança física. Permanecerei em estado de graça e gratidão.

Tive oportunidades únicas. Passei por situações que pareciam terríveis, mas se tornaram um grãozinho de areia diante dos horizontes que se abriram por causa delas. Houve épocas de ansiedade frente ao desconhecido. Porém eu me mantinha serena, apoiada na crença de que “nada acontece por acaso”. Há um atalho para todo caminho.

Mesmo temerosa, saí pelo mundo. Aproveitei cada segundo para me encontrar, ainda que não soubesse quem procurava. Busquei forças para me tornar alguém mais próximo do que haviam anunciado – “somos centelhas divinas” – até quando transitava pelas próprias sombras. Sim, tive receio de me perder no “lado escuro” das ideologias, mas nunca aceitei me calar diante das estrelas.

Desejava tantas coisas. Realizei a maioria delas. Restaram alguns sonhos em segredo e são estes que ainda me fazem sentir aquela “coceira” gostosa pela vida. Tomada pela magia, sigo adiante, tirando um coelho da cartola a cada dia.

Num instante, sabia que era hora de você nascer. Entreguei meu coração a este momento especial. E você veio colorir o universo com otimismo e criatividade. Veio pronto. Acompanhar sua trajetória foi a tarefa mais importante que recebi de Deus. Observava na retaguarda e você, firme em seus passos e decisões, autoconfiante e sempre autêntico, colocou os pés na estrada, conquistando tesouros. Fez amigos, cativou afeto e compartilhou o melhor de si.

dinho_nossaresponsabilidadeEntendo que a vida também é sublime para com você. Preencheu seu caminho com desafios, mas proporcionou ferramentas necessárias para a superação dos obstáculos. Mostrou lições de humildade e coragem para que você praticasse seus deveres, exercendo a cidadania. Há muito por fazer neste planeta e você demonstra já ter a consciência deste compromisso.

Siga, também, adiante! E lembre-se: embora encantadora, a sociedade inventa armadilhas que ameaçam nosso itinerário. Então, fique atento e escute a voz do seu coração. Esta é a única bússola em que podemos confiar ao fecharmos os olhos.

dinho_levezaContinue crescendo, mesmo que já seja um adulto formado. Aprender é uma arte constante e só demanda “olhos de ver e ouvidos de escutar”. Abrace o inusitado e se torne um vagamundo, com o desapego da alma de quem nasceu para levar a generosidade, aos quatro cantos da Terra.

Vai que dá! Aventure-se nos seus sonhos. Corra o risco de se apaixonar e se entregue em suas relações. Pelo tempo que durarem. Nunca deixe faltar ternura no contato com as pessoas e sempre preserve as boas lembranças, perdoando qualquer desafeto. Sem fazer comparações, aprecie a singularidade de cada um e o que existe de mais peculiar nos acontecimentos. Contribua para despertar mais alegria ao longo do caminho.

Medite sobre suas escolhas, mas não se deixe dominar por reflexões exageradas. Abra mão das convicções. Há um limite para a razão e, com frequência, o melhor mesmo é saborear as incertezas do cotidiano. Contorne as contradições à medida em que elas forem surgindo. Evite planejamentos precisos, porque a realidade nos surpreende e exige que sejamos flexíveis.

O certo e o errado são uma construção social. Esqueça as convenções. Reconheça seus limites e escreva os princípios com base na sua integridade. Ouse transgredir, principalmente quando for em benefício do ser humano. Transforme a natureza, apenas quando ela estiver danificada.

Tome como pressuposto que tudo vai dar certo. E faça acontecer. Não espere, nunca entre em pânico, acredite sempre. Pule do trem antes de chegar à estação. Embarque em canoas furadas quando puder e experimente a emoção de lutar para sobreviver às águas revoltas. Tudo vai dar certo.

Porque o certo é relativo e transitória é a nossa existência por aqui. Nem somos capazes de saber o desfecho da história depois que um ponto indica o fim. Sempre pode surgir um novo parágrafo ou uma edição atualizada, virando tudo pelo avesso, recomeçando do zero. E tudo bem: temos a eternidade pela frente.

Viaje livremente, seja intenso e amoroso em cada porto. Contemple as adversidades sem jamais se conformar com o sofrimento humano. E, quando pensar que nada mais pode fazer, ore. Recite o mantra da compaixão, inundando o fluxo do universo com vibrações positivas. Alguém há de captá-las e redistribuí-las, para aplacar a dor do mundo.

dinho_sonhosPortanto, não se deixe cooptar pela promessa do “ter”. Como dizia o poeta*, “só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”. É isso. Tudo vale a pena, exceto amarrar nossas asas na ilusão da matéria. Assim como você inspira o meu ser, também acenda o sol por onde voar, fazendo com que outras almas sejam tocadas pela suavidade da sua alma.

Com amor. Ame sempre. Amém!

Mamãe.

*Fernando Pessoa, poeta, filósofo e escritor português.

Anúncios
Esse post foi publicado em Meditando e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para Carta para um filho

  1. Edna Wilck. disse:

    Minha querida e eterna amiga Andreita, como a redenominei outrora, que gentileza de sua alma, receptar o inusitado, o vigor da melhor diretiva, quando se trata de agir enquanto “Ser”, neste torrão de Deus. Guarda a sua mente brilhante, ressalvada pela conduta poética de existir e se expressar, pérolas que nos estão disponíveis, mas que precisam dos arautos da comunicação espiritual para espargir aos desatentos! Juro que considerei ser seu texto transmitido ao Pablo, seu filho querido! Grata por mais uma bela contribuição para os meus dias. Estava eu, escrevendo, para encaminhar a voce e mais alguns de nossos sensiveis companheiros, quando decidi ver seu presente! Aguarde minha comunicação e peço-lhe seu enderêço postal, correio e telefone. 1000 carinhos e admiração!

  2. sonia silveira disse:

    Lindo.. e bem parecido com você. … Saudades. Bjs

  3. Silvana Rassi disse:

    Muito lindo Andrea. Adorei!

    Em 4 de setembro de 2013 14:39, ascendendoaluz

  4. Luciane disse:

    Amada, tudo isso a gente quer dizer pro filho e pensa que consegue dizer, só com o olhar, com o beijo, com o carinho, com as broncas, as correções, os elogios e as críticas. Mas tem muito mais, né? Tem tudo isso que vc. escreveu aqui, ainda… Gostei muito, muito, muito!

  5. Severino Vasconcelos disse:

    Dra. Andréa, boas…
    Talvez este tenha sido a mais brilhante texto que li escrito por mãos tão sábias, mas com tinta vermelha, vindas do coração, estou falando da amiga/irmã/mãe – Dra. Andréa. Suas palavras encaixam-se perfeitamente a muitas mães, como eu, uma mãe de alma, um “homem mãe”…
    Quando li o parágrafo repetido abaixo me lembrei dos diálogos de Dinho, que vc citou em mais de um momento… Mas tem outros imperdíveis!

    “Siga, também, adiante! E lembre-se: embora encantadora, a sociedade inventa armadilhas que ameaçam nosso itinerário. Então, fique atento e escute a voz do seu coração. Esta é a única bússola em que podemos confiar ao fecharmos os olhos”.

    Também me lembrei do meu Bruno, de 16 anos. Ele tem a idade dos meus alunos. Tantas coisas para aprender, mas eu sou apenas um aviso: “SIGA, TAMBÉM, ADIANTE!” ou para os alunos, adiante está o seu futuro, eu posso ensinar o caminho, mas não posso ser você… “Como você inspira o meu ser, também acenda o sol por onde voar, fazendo com que outras almas sejam tocadas pela suavidade da sua alma.” Que maravilha esta frase!

    Obrigado pela oportunidade de te ver brilhar, valeu! Quero, agora, antes de deixar o poema que tenho guardado na alma desde 1973, citado numa aula de Português, dizer pra você, esta carta tem o valor de um “DANONINHO”

    Deus – Casimiro de Abreu

    Eu me lembro! eu me lembro! – Era pequeno
    E brincava na praia; o mar bramia
    E, erguendo o dorso altivo, sacudia
    A branca escuma para o céu sereno.
    E eu disse a minha mãe nesse momento:
    “Que dura orquestra! Que furor insano!
    “Que pode haver maior do que o oceano,
    “Ou que seja mais forte do que o vento?!” –
    Minha mãe a sorrir olhou p’r’os céus
    E respondeu: – “Um Ser que nós não vemos
    “É maior do que o mar que nós tememos,
    “Mais forte que o tufão! meu filho, é – Deus!”-

    Severino Vasconcelos

  6. Luiz Tannous disse:

    Lindo, minha amiga! Coração puro….alma escancarada…emoção! Puro retrato daquilo que você é!

  7. Thais disse:

    Amém!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s