Cura real

 

Recebi a mensagem abaixo no meu email, mas não tenho certeza de quem é o autor. Mesmo assim, acho super pertinente compartilhar, pois além de inspiradora, traz grandes verdades…

 

“Não trate apenas os sintomas, tentando eliminá-los sem que a causa da enfermidade seja também extinta.

A cura real somente acontece do interior para o exterior ….. Sim, diga a seu médico que V. tem dor no peito, mas diga também que sua dor é dor de tristeza, é dor de angústia.

Conte a seu médico que V. tem azia, mas descubra o motivo pelo qual você, com seu gênio, aumenta a produção de ácidos no estômago.

Relate que V. tem diabetes, no entanto, não se esqueça de dizer também que não está encontrando mais doçura em sua vida e que está muito difícil suportar o peso de suas frustrações.

Mencione que V. sofre de enxaqueca, todavia confesse que padece com seu perfeccionismo, com a autocrítica, que é muito sensível à crítica alheia e demasiadamente ansioso.

Muitos querem se curar, mas poucos estão dispostos a neutralizar em si o ácido da calúnia, o veneno da inveja, o bacilo do pessimismo e o câncer do egoísmo. Não querem mudar de vida.

Procuram a cura de um câncer, mas se recusam a abrir mão de uma simples mágoa.

Pretendem conseguir a desobstrução das artérias coronárias, mas querem continuar com o peito fechado pelo rancor e pela agressividade.

Almejam a cura de problemas oculares, todavia não retiram dos olhos a venda do criticismo e da maledicência.

Pedem a solução para a depressão, entretanto, não abrem mão do orgulho ferido e do forte sentimento de decepção em relação a perdas experimentadas…

Suplicam auxílio para os problemas detireóide, mas não cuidam de suas frustrações e de seus ressentimentos, não levantam a voz para expressarem suas legítimas necessidades.

Imploram a cura de um nódulo de mama, todavia, insistem em manter bloqueada a ternura e a afetividade por conta das feridas emocionais do passado.

Invocam a intercessão divina, porém permanecem surdos aos gritos de socorro que partem de pessoas muito próximas a si mesmos.

Deus nos fala através de mil modos. A enfermidade é um deles e, por certo, o principal recado que lhe está a chegar da sabedoria divina é que está faltando mais amor e harmonia em nossas vidas.

Toda cura é sempre uma autocura. O Evangelho do Mestre é a farmácia onde encontraremos os remédios que nos curarão por dentro.

Atente para isso: Há dois mil anos esses remédios estão a nossa disposição!”

Esse post foi publicado em Pensamentos alheios e marcado , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Cura real

  1. Severino Vasconcelos disse:

    Dra. Andréa, boas…
    É verdade que a doença é interior, mas a raíz da doença está muito além da nossa imaginação ou ciência… Muitos falam de Jesus, do amor que Ee pregou, mas a cada dia o homem se afasta mais do mandamento unitário: “Ama a teu próximo como a ti mesmo!”
    Legal o texto, me fez refletir sobre alguns aspectos interiores e exteriores de mim mesmo.
    Abraços
    SJ

  2. Aline disse:

    Querida, vc recebeu meus e-mails? Respondi o seu no dia 03/01 e reenviei novamente na semana passada. Bom receber notícias suas aqui pelo blog, mas precisamos marcar de tricotar pelo Skype!
    Bjo enorme, com muuuuuuuuita saudade!

  3. Ana Claudia disse:

    Lindo. Muito mais que lindo: EXATO!
    Porque não aprendemos? Será que é porque só temos neurônios para “BBB” e para a “Luzia que está no Canadá”????? (talvez vc não entenda esta última, mas os colegas q te acompanham, entenderão. talvez…)
    Preciso ler isso todos os dias. Para me lembrar de gostar do que é bom!! O médico dos médicos!!

  4. adorei ver que tem um site ajudando á nos melhorar !!!!!!!!!!!!!!!!!!! agradeço bjs

  5. Adalcir Nunes disse:

    Texto mto interessante! Leiam na íntegra e reflitam!

Deixe uma resposta para Aline Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s