Alma inquieta

Minha alma sente fome. Meu paladar, entretanto, permanece infantil: não sabe bem ao certo qual alimento deseja. Orações, meditações, vibrações, alinhamento dos chakras e da alma com o cosmo. Alimentos que experimento, mas que ainda não aquietam a busca eterna. Segue o vazio constante!

Um trabalho aqui, outro acolá. Uma caridade singela que cai no esquecimento. Nem mesmo assim percebo o eco do Divino. Continua batendo lá dentro uma intensa nostalgia. Saudade de algo que falta e não consigo identificar. Saudade de algo que não é ausente, mas que não posso reconhecer. Tento fuçar nos escombros da memória e nada. Faço o exercício da investigação interna e nada. Nada encontro além do vazio.

A respiração fica curtinha e as lágrimas inundam os olhos. Li outro dia uma lição bem difícil: “antes que os olhos possam ver, devem ser incapazes de lágrimas”. Então, ainda não é o momento de matar a saudade.

E Mabel Collins continua a lição: “antes que o ouvido possa ouvir, deve ter perdido a sensibilidade. Antes que a voz possa falar em presença dos Mestres, deve ter perdido a possibilidade de ferir. Antes que a alma possa erguer-se na presença dos Mestres, é necessário que seus pés tenham sido lavados no sangue do coração.” Então, ainda não é o momento do encontro.

Um grande amigo me enviou um email dizendo: “Desejo que a alma irrequieta em querer um mundo melhor para todos, com a qual me identifico, que a alma que se debate com as suas limitações espirituais e com a qual sou solidário, pois também as carrego em grande proporção, encontre a paz e a realização.”

Eu tento. Mas ainda não encontrei a paz na realização, nem a realização na busca da paz. Mas sigo tentando.

Anúncios
Esse post foi publicado em Meditando e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Alma inquieta

  1. Gabi disse:

    Afinal este ¨vazio¨ inerente ao ser é falta ou completude? Lacuna ou possibilidade?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s